Pesc mobiliza comunidades para tratar de prevenção, segurança e cidadania

“A Terapia Comunitária pretende melhorar as relações sociais dentro da comunidade. Dessa forma, se caracteriza por trabalhar sujeitos sociais com condições ambientais específicas atenta à subjetividade de cada um, assim busca melhorar a qualidade de vida daquela população.”
Autora: Sâmia Cristina Luquiari Araújo

 

      Viajando pela Psicologia, decidi estudar mais sobre Terapia Comunitária, sendo mais um intrumento para o psicólogo, vou tentar discorrer sobre o assunto…
       Em primeiro lugar devemos pensar em Comunidade, que no dicionário significa: estado em que é comum, comunhão, paridade, identidade. e ainda: Agrupamento social que se caracteriza por acentuada coesão baseada no consenso espontâneo dos indivíduos que o constituem.
     Concluímos então que a comunidade é constituída por um grupo de indivíduos que se reúnem por um objetivo comum, ou seja, um compartilhamento de idéias. Ex.: vila, igreja, sindicato, etc.
       A Terapia Comunitária pretende melhorar as relações sociais dentro da comunidade. Dessa forma, se caracteriza por trabalhar sujeitos sociais com condições ambientais específicas atenta à subjetividade de cada um, assim busca melhorar a qualidade de vida daquela população.
Esse intrumento permite construir redes sociais solidárias de promoção da vida, e mobilizar os recursos internos dos indivíduos, valoriza o ser humano inserido na comunidade, permite a troca de experiências, reunião de pessoas e participar de vivências.
     O movimento da terapia comunitária é através de grupos onde as pessoas expressam sofrimentos e situações de crise através da fala.
       O mais interessante desse trabalho é que valoriza a cultura, o indivíduo e sua subjetividade, é mais do que ir até a comunidade e identificar o problema, é intervir no problema e permitir que aquelas pessoas construam conhecimento e maturidade para lidar com sua vida, famílias, convivência em grupo… Se torna um serviço de inclusão e valorização do potencial do ser humano, permitindo seu pleno desenvolvimento.
        Os principais objetivos do psicólogo depois de um estudo prévio da comunidade através da terapia é desenvolver atividades de prevenção e inserção social, promover a integração das pessoas além de promover encontros interpessoais e intercomunitários valorizando a história individual e a identidade cultural, a fim de restaurar a autoestima e a autoconfiança, aliviar o stress e permitir construção do conhecimento.
       A terapia destina-se a pessoas com problemas familiares, psicoemocionais, psicossomáticos, hipertensão, diabetes, gestação, dependência química, HIV positivo. Envolve adulto, idoso, criança e adolescente.
       Como todo trabalho em grupo destaco a importância de se dominar técnicas de Dinâmica de grupo e aplicar corretamente de acordo com a necessidade de cada grupo.
       Essa terapia nos convida a uma mudança de foco, ir além do unitário para atingir o comunitário, o que nos remete a importância da influência do meio no amadurecimento do indivíduo.

Alguns dados sobre terapia comunitária no Brasil
       12.000 Terapeutas atuam em 25 estados: Acre, Pará, Rondônia, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Paraíba, Bahia, Rio Grande do Norte, Piauí, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, Rio Grande do Sul.
Devido às diferenças regionais e às incontáveis influências culturais existentes no Brasil, a TC tem recebido contribuições valiosas para o enriquecimento e a ampliação de suas possibilidades de atuação.
       A proposta atual é incorporar a TC como instrumento de promoção da saúde, nos programas de Saúde da Família, desenvolvimento social e educacional. (http://www.mismecdf.org/tc.php).

(Retirado integralmente de http://psicomania.com.br/?p=422)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s